matrizes para parafusos e fixadores

Tudo sobre matrizes para parafusos e fixadores

Um dos processos mais importantes da usinagem é a produção de matrizes para a fabricação de outras peças e ferramentas. E é nisso que somos especialistas aqui na Erominas: produção de matrizes para parafusos e fixadores.

Embora pequenos, eles desempenham papel fundamental na montagem e fixação de maquinários, peças e equipamentos variados.

Para você que quer entender mais detalhes sobre esse processo, preparamos um texto especial, com informações sobre todo o processo de usinagem desses materiais. Continue lendo!

Leia também:
Usinagem de precisão: o que é e como pode ajudar seu negócio?

Matrizes para parafusos e fixadores: tudo o que você precisa saber sobre isso

Os parafusos e fixadores são peças bastante usadas nas mais diversas indústrias. Por menores que sejam, esses itens são indispensáveis para setores como o aeroespacial, construção, bélico, agrícola, maquinário, entre tantos outros.

E se engana quem pensa que os parafusos e fixadores têm papel apenas de encaixe e fechamento. Eles se encaixam em variados formatos e papéis e é justamente por isso que existem muitos tipos de parafusos, que variam em formato e objetivo.

Por isso, o papel de uma empresa de usinagem nessa cadeia produtiva é essencial. Nela são produzidas as matrizes, ou seja, os moldes para que os parafusos sejam produzidos de acordo com a necessidade daquela produção, se encaixando com precisão e segurança onde eles são necessários.

Tipos de parafusos

Mais do que saber quais tipos de parafusos e fixadores existem, é importante notar que cada peça pode ser mais eficaz em determinada situação e contexto. Assim, a empresa de usinagem responsável por elaborar as matrizes pode, inclusive, trabalhar em projetos personalizados, que produzam peças exclusivas para cada necessidade.

Feitos na sua maioria em aço, os parafusos também podem incluir em sua produção o aço inoxidável, dependendo do projeto e da onde serão utilizados.

Entre os tipos de parafusos mais comuns, podemos citar:

  • Parafuso sextavado

Normalmente utilizado na indústria de construção, esse tipo de parafuso tem 6 faces, que são origem ao seu nome. Fácil de rosquear, ele é amplamente utilizado e é bem versátil, apresentando inclusive subcategorias.

  • Parafuso auto-atarraxante

O grande diferencial desse parafuso é que ele se adapta as mais variadas situações, sem a necessidade de rosca ou porca para ser finalizado. Sua cabeça vem normalmente em formato redondo e chanfrado, podendo inclusive apresentar variações de fenda.

  • Parafuso máquina

Com fendas mais simples, esse tipo é bastante utilizado em conexões e estruturas metálicas, além de eletrodomésticos e outros maquinários.

A fabricação dos parafusos e fixadores

Ao fabricar um parafuso, muitas etapas e variáveis são envolvidas. Entre os itens mais importantes, podemos citar suas propriedades, como a matéria-prima, por exemplo.

Além disso, o processo de usinagem das matrizes para para parafusos e fixadores vai auxiliar em diversos aspectos como:

  • Acabamento da rosca: parte mais importante do parafuso, deve estar em perfeito estado para não interferir no fechamento e rosqueamento perfeito.
  • Qualidade da matéria-prima: de forma a garantir mais durabilidade e resistência do parafuso
  • Revestimento: em peças que necessitarão resistir à grandes cargas, pode ser necessário revestimento de algum material, como zinco, para auxiliar na resistência

Conte com quem entende do assunto: fale com a Erominas

A Erominas é especialista na produção de moldes para parafusos e fixadores. É assim que conseguimos falar com tanta propriedade sobre todo o processo de fabricação desses itens. Por isso, se você é do setor, não deixe de falar conosco sobre seu projeto. Aqui, suas necessidades viram realidade!

Agende uma conversa conosco clicando aqui.

Os comentários estão encerrados.

Solicitar Orçamento